Troféu Lubritex, Praia da Amorosa, 1987

  • Texto: Alberto Pires

O circuito da Praia da Amorosa foi uma “invenção” do Zé Pereira e do Luis Cardoso, muito bem aproveitado pela Socitul, que a troco de “meia dúzia” de metros quadrados de apartamento viabilizou um evento e colocou no mapa o seu mega projecto turístico.

A pista, delineada nos arruamentos do empreendimento ainda no início da sua construção, não era difícil, mas os pilotos eram obrigados a seguir apenas uma trajectória já que as bermas sujas proibiam todo e qualquer deslize. Joaquim Cidade venceu as duas mangas, tendo em Rui Vieira um aguerrido perseguidor. No terceiro posto da geral ficou Costa Paulo, em quarto o Geirinhas e em quinto o Tomás Couto. As imagem foram gravadas pelos meus amigos Jorge Lopes e Carlos Teixeira. Eu fiquei em casa, a descansar, já que a recruta em Santarém estava a revelar-se destruidora da moral.

Comments are closed.