Troféu Lubritex, o momento da viragem!

O Trofeu Lubritex, em 1987, foi o acontecimento mais importante do motociclismo de velocidade dessa década em Portugal. Apareceu na altura certa, com o mercado a renascer depois de nove anos de contingentação, e foi muito bem organizado, sendo a equipa responsável comandada pela Ana Matias e pelo António Lopes.

  • Texto e imagens: Alberto Pires

Atraiu uma enorme atenção dos media, principalmente da televisão, proporcionou um retorno alucinante à Lubritex (uma empresa de vendas em grupo) e conseguiu convencer as marcas a participarem oficialmente na competição. Cada prova era composta por duas mangas, sendo a classificação final definida pelo somatório das duas corridas.

Foi um curioso encontro de gerações de pilotos, com diferentes experiências, da velocidade ao todo-o-terreno, das grandes cilindradas às pequenas, dos autódromos às “provas de feira”, tornando-se evidente, logo nesta primeira prova, que havia qualidade nos que se iniciavam. A luta pelas primeiras posições era grande e rapidamente se transformou na corrida mais importante da tarde.

Na primeira manga Costa Paulo levou a melhor (mas caiu na seguinte) e Carlos Arsénio venceu na segunda, desforrando-se da queda na anterior. No somatório das duas quem levou a melhor foi Miguel Franco de Sousa, seguido por Miguel Geraldes e por Avelino Arvela. Algumas das imagens foram gravadas pelo meu amigo Jorge Lopes.

Fiquem com o vídeo, 45 minutos de memórias fabulosas!

A Kawasentos Novazaki

Texto e fotos: Alex Kossack Uma das memórias mais vívidas e mais marcantes que tenho de quando era miúdo, memória que sem dúvida talhou e me incutiu este gosto por motas, foi a Kawasaki 900, a Z1, a verdadeira Kawasentos Novazaki, e foi também a primeira moto a sério em que andei. Foi ainda antes […]

Continuar
Honda CB750 Hornet

Honda CB750 Hornet. O vídeo

A Honda CB750 Hornet está de regresso com um motor inteiramente novo e um quadro especificamente desenvolvido para esta moto. Afinal, diversão, agilidade e versatilidade (além da rapidez e facilidade…) são o mote da nova ‘naked’ japonesa que promete agitar o segmento. Aliás, basta olhar para a potência máxima, de 91 cavalos às 9500 rpm […]

Continuar
Honda CB750 Hornet

Honda CB750 Hornet. Heresia ou paradoxo?

Herdeira de um forte reinado entre as ‘naked’, a nova Honda CB750 Hornet despertou muita discussão desde o primeiro momento. Estaria o respeitado nome criado em 1998 posto em causa? Seria o modelo agora dotado de motor de dois cilindros paralelos capaz de cumprir as expetativas de quem sonhava com um quatro-em-linha? Como se enquadraria […]

Continuar