Toprak Airlines. Como voar 21 metros com uma Superbike!

Inegavelmente, Toprak Razgatlioglu é um reconhecido funâmbulo, filho de acrobata em duas rodas e também ele um reconhecido ‘stunt rider’. Ficou famoso no ‘paddock’ das Superbike pelas longas “éguas”, mas também pelas mais incríveis situações em que consegue controlar o equilíbrio como poucos.

  • Texto: Fernando Pedrinho
  • Fotos: WorldSBK e Fernando Pedrinho

O turco já havia tomado o gosto ao dedo numas voltas de saudação no circuito de Cadwell Park, durante a ronda do campeonato britânico de Superbike aí realizada, onde aproveitou para ensaiar o famoso salto que a subida que sucede a uma direita lenta proporciona. Mas em Portimão o homem da Pata Yamaha by Brixx foi mais longe e no final da primeira sessão de treinos livres de sexta feira brindou todos com mais uma das suas acrobacias. Depois da curva 8, a rampa de lançamento que antecede a descida para a ‘Craig Jones’ foi alvo de uma manobra que faria empalidecer Jack Miller e a Ducati Desmosedici GP21.

No momento em que ‘El Turco’ saiu mais largo do que a trajetória normal, rodou o punho direito da sua YZF-R1 e apontou ao vazio. “Verificámos a telemetria e o voo foi de 21 metros”, disse o novo comandante da ‘Toprak Airlines’. “Avisei a Dorna no dia anterior e treinei em Cadwell Park (risos)”.

Até onde irá o natural de Alanya surpeender-nos com estas manobras dignas de um duplo cinematográfico?

De Madrid a Portimão de BMW K1600GT

Foram 800 quilómetros redondinhos de Madrid ao AIA numa K1600GT da BMW Ibérica (‘gracias’, Carmen!). Antes de tudo, e como seria de esperar, foi uma viagem feita com muita facilidade. Aproveitando as características estradistas e turísticas da seis em linha da casa de Munique.

Com uma média de 128 km/h, o consumo foi de 6,6 litros por cada 100 quilómetros percorridos, com total conforto e proteção aos elementos, acompanhado do ‘cantar’ do motor fracionado desta alemã. Claramente a fazer lembrar o troar dos saudosos 635 CSI das corridas de turismo e silhueta.

Álvaro Bautista: “Só falam das vantagens… e as desvantagens?”

Álvaro Bautista venceu a corrida de sábado, com uma ligeira vantagem sobre Toprak Razgatlioglu. Ao fazê-lo, o espanhol garantiu para a Ducati o título de construtores, a uma ronda do final, confirmando assim a supremacia das motos fabricadas em Bolonha. E se todos falam das vantagens de Álvaro Bautista, por ser leve e mais baixo, […]

Continuar

Michael van der Mark: “Tem sido duro, muito duro!”

Michael van den Mark caminha com dificuldade. Coxeia e aparenta rigidez de movimentos. Mas o sorriso e humor continuam os mesmos. Bem como a determinação de andar rápido e vencer. O neerlandês não esconde que tem sido duro, muito duro e que chegou mesmo a ponderar pendurar o fato e capacete. Texto: Fernando Pedrinho Fotos: […]

Continuar

Remy Gardner: “Sinto-me feliz nas Superbike”

É inquestionável que Remy Gardner deixou o MotoGP com um amargo de boca. O australiano, tal como sucedeu com Iker Lecuona, sente que não teve tempo suficiente para mostrar o seu valor na categoria máxima de protótipos, acabando por reforçar a grelha do mundial dedicado às motos de série. Mas como se sente o filho […]

Continuar