Honda Africa Twin Adventure Sports. O vídeo

A Honda Africa Twin Adventure Sports chega a 2024 com importante reforço dos argumentos estradistas e turísticos. Deixando o espetro da aventura em fora-de-estrada à Africa Twin (a ‘normal’, sem o Adventure Sports) ganhou ‘mais motor’ e roda dianteira de 19 polegadas. Que mexeu, naturalmente, com toda a dinâmica da mais vendida das Honda de grande cilindrada. Agora mais vocacionada para as aventuras em caminhos asfaltados rumo a destinos ainda mais longínquos.

Honda Africa Twin Adventure Sports
  • Por: Paulo Ribeiro
  • Imagens: Dom Read-Jones, Chris Read-Jones, Rowan Muskin e Joe Dick
  • Realização e montagem: Alberto Pires

A menor distância do assento ao solo, suspensões de menor curso e o centro de gravidade mais baixo são mudanças importantes quando se fala da dinâmica de uma moto. Na Africa Twin Adventure Sports pode mesmo dizer-se que criaram um novo modelo. Ideia reforçada ao experimentar o motor que, mantendo inalterados a cilindrada e o valor máximos de potência, surge bastante diferente.

As mudanças no bloco de dois cilindros paralelos de 1084 ditaram importante crescimento dos valores de potência e binário onde os atuais condutores mais sentiam a sua falta. Ou seja, aumentos de 4% às 4000 rpm e 7% às 5500 rpm, onde está o pico de binário, que passou de 105 para 112 Nm, 750 rotações abaixo do anterior.

Uma longa lista de novidades

Novidades justificadas pelos pistões mais compridos, entradas de ar mais largas e mais longas e taxa de compressão aumentada. Mas também pelas bielas revistas, cambota e árvore de cames redesenhadas, com novos tempos de abertura das válvulas ou o escape reformulado.

Afinal, mudanças técnicas que podem ser descobertas, de forma detalhada, no teste completo à Honda Africa Twin Adventure Sports aqui publicado, numa lista que não termina por aqui. O amortecimento, por exemplo, apresenta um menor curso, mas uma eficácia a toda a prova graças às suspensões eletrónicas da Kayaba. Uma vez que permitem fácil adaptação a todas as condições, ajustando-se automaticamente em função do modo de condução escolhido (Tour, Off-Road, Urban e Gravel). Por outro lado a précarga pode ser regulada pelo condutor, mesmo em andamento, numa moto que, apesar da riqueza de componentes e equipamentos, tem um preço competitivo.

Honda Africa Twin Adventure Sports

Comments are closed.