Autódromo do Estoril, CNV, 1987

  • Alberto Pires

Esta prova deveria considerar-se como de 125 cc, apesar de não o ser exclusivamente. Na realidade, a tentativa de criar uma classe aberta capaz de trazer para as pistas todas as motos racing existentes em Portugal não surtiu efeito, e as 125 de produção ficaram à espera da primeira prova do entretanto anunciado Troféu Lubritex. Apreciem a rapidez com que Costa Paulo fazia os ‘SS‘, e a profunda paixão pelas Ducati da família de Germano Pereira. O vencedor da prova foi José Santos na RDLC 500, que partilhou o pódio com o Mário Antunes e com António Pereira. Nas 125 Costa Paulo venceu sem dificuldade, Carlos Rodrigues terminou em segundo e Rui Esteves em terceiro. O Luis Cardoso tem mais “tempo de antena” que os restantes, já que era patrocinado pela ‘Racing Video‘. Algumas das imagens foram captadas pelo meu amigo Jorge Lopes. 

Costa Paulo levava a RDLC 125 aos limites, sempre!

Siga-nos em www.facebook.com/motoxpt

A Kawasentos Novazaki

Texto e fotos: Alex Kossack Uma das memórias mais vívidas e mais marcantes que tenho de quando era miúdo, memória que sem dúvida talhou e me incutiu este gosto por motas, foi a Kawasaki 900, a Z1, a verdadeira Kawasentos Novazaki, e foi também a primeira moto a sério em que andei. Foi ainda antes […]

Continuar
Honda CB750 Hornet

Honda CB750 Hornet. O vídeo

A Honda CB750 Hornet está de regresso com um motor inteiramente novo e um quadro especificamente desenvolvido para esta moto. Afinal, diversão, agilidade e versatilidade (além da rapidez e facilidade…) são o mote da nova ‘naked’ japonesa que promete agitar o segmento. Aliás, basta olhar para a potência máxima, de 91 cavalos às 9500 rpm […]

Continuar
Honda CB750 Hornet

Honda CB750 Hornet. Heresia ou paradoxo?

Herdeira de um forte reinado entre as ‘naked’, a nova Honda CB750 Hornet despertou muita discussão desde o primeiro momento. Estaria o respeitado nome criado em 1998 posto em causa? Seria o modelo agora dotado de motor de dois cilindros paralelos capaz de cumprir as expetativas de quem sonhava com um quatro-em-linha? Como se enquadraria […]

Continuar